Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/1154
Title: Políticas Públicas, Gestão Democrática e Inclusão Escolar: uma Responsabilidade Social
Authors: Santos, Alda Lourenço dos
Keywords: Políticas públicas
Gestão democrática
Inclusão social
Responsabilidade social
Issue Date: 2017
Citation: Santos, Alda Lourenço dos (2017). Políticas Públicas, Gestão Democrática e Inclusão Escolar: uma Responsabilidade Social. Barcarena: Atlântica-Escola Universitária de Ciências Empresariais, Saúde, Tecnologias e Engenharia
Abstract: O presente trabalho parte da observação reflexiva no ambiente escolar, local que nos inspira a formulação do tema em estudo: “Políticas Públicas, Gestão Democrática e Inclusão Escolar: uma Responsabilidade Social”, ligados a uma intenção e a uma expectativa de atingir a práxis pedagógica satisfatória e a sua primazia. Para tanto parte-se da hipótese de que a atual proposição política para uma Gestão Democrática e a Inclusão Escolar deve estar sustentada em eixos que bem articulados entre si, contribuirão para uma disposição e ou obsessão pela inclusão dos alunos com diversidade funcional, sua permanência na escola e sua inserção na sociedade efetivamente. Pretende-se a partir da análise das Políticas Públicas para a educação inclusiva, implementadas numa escola pública da rede municipal de São Luís, identificar as práticas pedagógicas que favoreçam a aprendizagem dos alunos com diversidade funcional, superação dos limites e dificuldades cotidianas enfrentadas pela escola na condução dessa proposta, bem como compreender as contribuições da gestão que subsidiam as ações docentes e a interação da família nesse âmbito. A metodologia constitui-se em uma pesquisa de caráter qualitativo, configurado como estudo descritivo, procurando explorar as situações que permitam obter manifestações das questões em estudo, numa pesquisa documental, entrevistas e questionários. Fundamentou-se também em documentos legais, municipal, estadual, nacionais e Internacionais que regulamentam as Leis, Decretos e Emendas da educação inclusiva baseando-nos nos pressupostos teóricos de autores como: Boechat (1998), Mazotta (2005), Sassaki (2006), Paro (2008), Glat e Pletsch (2011) Mantoan (1999) e outros. Ao longo do primeiro capítulo contextualizou-se a trajetória da educação inclusiva. No segundo capítulo, lançou-se um olhar sobre a Gestão Democrática e a Inclusão Escolar. No terceiro capitulo, apresenta-se os desafios e propósitos da inclusão e a Unidade de Estudos Básicos - Paulo de Tarso em São Luís. O capítulo final aponta a análise dos achados da pesquisa de campo, cujos questionários e entrevistas foram realizados com a Gestão da Unidade pesquisada, na pessoa da diretora e coordenadora com os professores da sala regular, sala de recursos e com a superintendente da educação especial da rede municipal de São Luís.
URI: http://hdl.handle.net/10884/1154
Appears in Collections:CE/GEST - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO FINAL DEZEMBRO (1).pdf4.8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.