Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/1148
Title: Relatório de actividade profissional
Authors: Henriques, Magda Teixeira Almeida
Keywords: Produto fitofarmacêutico
Resíduos fitofarmacêuticos
Limites máximos de resíduos fitofarmacêuticos
Protecção da saúde do consumidor
Issue Date: 2012
Citation: Henriques, Magda Teixeira Almeida (2012). Relatório de actividade profissional. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: Como tema do presente Relatório de Actividade Profissional foi eleito o tema “Resíduos de Produtos Fitofarmacêuticos”. A escolha prende-se com um interesse e experiência específica nesta área, uma vez que a autora deste relatório exerce desde 1991 funções na área da Homologação de Produtos Fitofarmacêuticos (FP) / Fitofarmacologia. A homologação dos produtos fitofarmacêuticos em Portugal foi sempre um processo exigente e rigoroso que, desde os anos 60, tem sido sucessivamente adaptado às novas realidades e aos conhecimentos científicos que nesta matéria foram surgindo. Da aplicação de pesticidas de uso agrícola – normalmente designados de produtos fitofarmacêuticos – resultam em muito casos resíduos de substâncias activas e/ou dos seus produtos de degradação/metabolização nos alimentos na altura da colheita. Actualmente, os insecticidas, acaricidas e fungicidas são os mais preocupantes, dado poderem ser aplicados na parte aérea das culturas quase até à colheita. Os herbicidas, sendo utilizados na maioria dos casos a grande distância da colheita, têm tempo suficiente para se degradarem e os seus resíduos não são normalmente detectados, embora possam ser doseados em algumas situações. Todavia, são importantes como contaminantes mais frequentes das águas subterrâneas, incluindo as águas de consumo público. Os algicidas, moluscicidas e rodenticidas, na forma como são presentemente usados, não constituem problema para o consumidor. No caso dos reguladores de crescimento e nematodicidas existem situações que produzem resíduos a ter em conta, na altura da colheita. Assim sendo, para garantir a segurança do consumidor há vários procedimentos que devem ser verificados. O presente relatório abordará mais pormenorizadamente a componente dos resíduos dos produtos fitofarmacêuticos, tendo como objectivo avaliar a importância do estabelecimento dos limites máximos destes resíduos para salvaguardar a saúde do consumidor.
URI: http://hdl.handle.net/10884/1148
Appears in Collections:CTAD/GAT - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TRABALHO MESTRADO.pdf187.33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.