Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/1133
Title: Avaliação do conhecimento sobre prevenção das infeções por Toxoplasma gondii (Toxoplasmose), Listeria monocytogenes (Listeriose) e Citomegalovírus em gestantes
Authors: Coniglione, Chiara Maria Angela
Keywords: Toxoplasmose
Doenças infecciosas
Grávidas
Listeriose
Issue Date: 2017
Citation: Coniglione, Chiara Maria Angela (2017). Avaliação do conhecimento sobre prevenção das infeções por Toxoplasma gondii (Toxoplasmose), Listeria monocytogenes (Listeriose) e Citomegalovírus em gestantes. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: A transmissão materno-fetal é a transmissão dos agentes infeciosos da mãe para o feto ou o recém-nascido. A prevenção é essencial para reduzir complicações e diminuir morbilidade e mortalidade perinatal e infantil. A toxoplasmose, Listeria e Citomegalovírus são entre as infeções mais importantes durante a gravidez podendo ocorrer transmissão materno-fetal e podendo ter consequências muito graves para o feto ou recém-nascido. É extremamente importante que as mulheres grávidas e em idade fértil tenham conhecimentos sobre as medidas de prevenção. Com o presente estudo pretendeu-se avaliar o conhecimento que as grávidas têm sobre estas infeções e saber quais as fontes de informação sobre as medidas de prevenção. O inquérito foi aplicado presencialmente a 90 grávidas atendidas nos postos de colheita do Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa (CMLGS) e residentes em Portugal. Para avaliar o conhecimento das inquiridas sobre as medidas de prevenção foi atribuído 1 ponto para cada resposta correta e 0 pontos para as respostas incorretas e desta maneira foi determinada a classificação para cada secção e a classificação total do questionário. As inquiridas demostraram conhecer os comportamentos de prevenção da toxoplasmose tendo uma grande percentagem (superior a 78%) de respostas corretas. Por outro lado, no caso da listeriose e da infeção pelo Citomegalovírus as grávidas demonstraram ter menor conhecimento das medidas de prevenção. Em geral 85,6% das inquiridas não conseguiram identificar os comportamentos não relacionados com a prevenção das três infeções (questões de controlo). Relativamente às fontes de informação sobre as medidas de prevenção as grávidas responderam, na maioria, ter recorrido aos profissionais de saúde e à internet. Relativamente à Listeriose e CMV a maioria (33,6% e 43% respetivamente) afirmou não saber nada acerca destas doenças. Estes resultados confirmam a necessidade de estimular e difundir medidas educativas de prevenção entre mulheres em idade fértil e gestantes para evitar a transmissão destas infeções.
URI: http://hdl.handle.net/10884/1133
Appears in Collections:CS/ACSP - Trabalhos Finais de Licenciatura



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.