Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/971
Title: Terapias Complementares em Cuidados Paliativos Pediátricos
Authors: Diniz, Ana Sofia Valente
Keywords: Cuidados paliativos pediátricos
Terapias complementares
Medicinas alternativas
Enfermagem
Issue Date: 2015
Citation: Diniz, Ana Sofia Valente (2015). Terapias Complementares em Cuidados Paliativos Pediátricos. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: Objetivo: Compreender de que modo as terapias complementares podem ser uma mais valia, em Cuidados Paliativos Pediátricos Métodos: Realizou-se uma revisão de literatura e metassíntese na base de dados EBSCO, 18 artigos foram selecionados em português, espanhol e inglês publicados entre 2004 e 2014, para construção da pergunta de investigação, foi utilizado o método PICO. Resultados: De uma forma geral, as terapias complementares são usadas para melhorar o bem-estar da criança, o humor, são também feitas reconhecidos os beneficios no alivio da dor, ansiedade, náuseas e vómitos. De forma mais específica o Reiki produz uma melhoria no conforto proporcionando o relaxamento (88%), e o alívio da dor (41%), para além de que este teve um impacto positivo nos seus familiares cuidadores. A Massagem Terapêutica oferece resultados positivos ligados à melhoria no humor, da dor e ansiedade. Já a terapia com animais, oferece contributos muito positivos sobre as crianças nomeademente felicidade, forte efeito nos indicadores de relaxamento, redução da dor tanto física como emocional e de emoções negativas, redução do stress, ansiedade e depressão, esta permitiu uma melhoria na qualidade de vida da criança e favorece a adaptação do cliente terminal, o que permite que os clientes tivessem uma melhor aceitação da sua morte. Conclusões: O impacto do uso das teraparias alternativas, dão um forte contributo á promoção do bem-estar da criança e à estabilização ou melhoramento do controlo de sintomas, traduzindo-se numa melhoria da qualidade de vida, das crianças que se encontram em contexto paliativo, permitindo afimar que estas são por tanto uma mais valia para os Cuidados Paliativos Pediátricos. Embora no presente estudo, apenas refiram algumas as terapias, existem muitas mais que podem ser usadas em contexto paliativo pediátrico, como é o caso da musicoterapia. Apensar da significativa taxa de utilização, exite ainda uma significativa percentagem dos utilizadores de TC, não abordam este tema com os profissionais de saúde, ou revelam dificuldade em abordar o tema, tendo deste modo o conhecimento e o acesso deste recursos através de meios não controlados. Por outro lado familías que já tenham utilizado numa outra ocasião algum tipo de terapias alternativas, estão mais propensos a usar para os seus filhos/crianças e não só num contexto paliativo. A inclusão e a capacitação dos familiares/cuidadores informais, na utilização das terapias alternativas, não produz resultados para as crianças como também tem impacto emocional para a família.
URI: http://hdl.handle.net/10884/971
Appears in Collections:CS/ENF - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana (1).pdf642.51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.