Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/954
Title: Validação dos Símbolos do Sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc em Crianças e Jovens Bilingues com Idades Compreendidas entre os 4 e os 18 anos sem Patologia e Residentes no Distrito de Lisboa
Authors: Starte, Maria Helena Guédon
Keywords: Comunicação aumentativa e alternativa
Validação de símbolos
Símbolos symbolinc
Crianças e jovens bilingues
Issue Date: 7-Jan-2016
Abstract: Os símbolos têm um impacto significativo na proficiência dos sistemas de comunicação aumentativa e alternativa. A análise da funcionalidade dos símbolos, quer a nível da transparência quer a nível da universalidade, em contexto de multiculturalismo é crucial para que se tornem meios facilitadores na comunicação de indivíduos que apresentam dificuldades comunicativas. Objetivos: verificar a transparência e a universalidade dos símbolos do Sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc em crianças e jovens bilingues com idades compreendidas entre os 4 e os 18 anos sem patologia e residentes no distrito de Lisboa. Metodologia: O estudo presente é do tipo exploratório-descritivo de carácter transversal. A amostra é não probabilística por conveniência, através do método bola de neve. É constituída por 30 crianças e jovens bilingues, 66,7% do género feminino e 33,3% do género masculino, falantes do Português Europeu e de outra língua com uma média de idades de 13 (DP= 3,45) anos. Foram utilizados como instrumentos de recolha de dados o Questionário de Caracterização Sociodemográfica (Starte, Ramos & Vital 2015), o Protocolo de Avaliação Comunicação e Linguagem (Vital & Ramos, 2015) e o Questionário de Satisfação sobre os Símbolos do Sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc (Vital & Ramos, 2015). Resultados: 34 (42,50%) dos 80 símbolos analisados são transparentes e universais, dado que foram nomeados de acordo com o alvo por 90 a 100% dos participantes. Com graus de iconicidade inferiores foram nomeados 21 (26,25%) símbolos por 50 a 89%. Os restantes 25 símbolos (31,25%) foram nomeados por 49% ou menos participantes. Quanto ao grau de satisfação sobre os símbolos do S.C.A.A. obteve-se uma média de 7,0 (DP=1,650) com um mínimo de 3 e um máximo de 10. Discussão/Conclusões: as características sociodemográficas dos participantes parecem ser determinantes na funcionalidade dos símbolos, indo ao encontro de estudos realizados sobre a sua iconicidade. Existem diferenças na transparência e universalidade dos símbolos nas diferentes classes de palavras e ainda na mesma classe; sendo importante uma análise interssimbólica em diferentes tarefas linguísticas para analisar a funcionalidade do símbolo.
URI: http://hdl.handle.net/10884/954
Appears in Collections:CS/TF - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia-IATF-II-Versão Final Corrigida.pdf706.69 kBAdobe PDFView/Open
IAT+II-+2015+TF+Poster+Monografia ppt.pdf406.6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.