Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/953
Title: Validação dos símbolos do sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc em Adultos, sem patologia, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, residentes no distrito de Lisboa
Authors: Silva, Cátia Isabel Vila Verde
Keywords: Validação
Sistema de comunicação aumentativa e alternativa
Símbolos symbolinc
Adultos
Issue Date: 2015
Citation: Silva, Cátia Isabel (2015). Validação dos símbolos do sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc em Adultos, sem patologia, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, residentes no distrito de Lisboa. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: A comunicação é uma caraterística essencial no ser humano. A incapacidade de comunicar por meio da fala leva à necessidade de utilização de um sistema de comunicação aumentativa e alternativa que permita a troca de informação mediante a utilização de um código linguístico que seja partilhado pelos seus utilizadores. Os símbolos, utilizados num sistema de comunicação, obedecem a regras de universalidade e iconicidade, que tornam o código linguístico acessível aos utilizadores. Objetivos: Determinar a transparência dos símbolos do Sistema de Comunicação Aumentativa e Alternativa Symbolinc em adultos com idades entre os 18 e os 65 anos, residentes no distrito de Lisboa e determinar a universalidade dos símbolos na perspetiva dos adultos entre os 18 e os 65 anos, residentes no distrito de Lisboa. Método: O estudo é do tipo exploratório-descritivo transversal. Os dados foram recolhidos através do Questionário de Caracterização Sociodemográfica (Silva, Vital & Ramos, 2015), da Avaliação Comunicação-Linguagem (Vital & Ramos, 2015) e do Questionário de Satisfação dos Símbolos Symbolinc (Vital & Ramos, 2015). Participaram no estudo 30 adultos, entre os 18 e os 65 anos (M=38; DP=14,76), 60% do género feminino e 40% do género masculino. Resultados: Na Avaliação Comunicação-Linguagem, as respostas de acordo com as palavras alvo variam entre 0% e 100% para a nomeação dos símbolos e entre 56,7% e 100% para a identificação dos mesmos. No que se refere à construção/compreensão de frases, nenhuma foi produzida com uma frequência superior a 50% ou lida e identificada com uma frequência inferior a 50%. Discussão / Conclusão: Verificou-se através do estudo que a amostra considera o nível icónico mais alto para a categoria dos substantivos e verbos, e mais baixo para a categoria dos pronomes. Na categoria dos substantivos e verbos, a compreensão dos símbolos relaciona-se com a interpretação dada pelo utilizador mediante uma leitura global, o contexto de vida onde se insere e o seu idiolecto. De acordo com a amostra os símbolos consideram-se universais, contudo existem casos dúbios relativamente ao uso dos mesmos por parte de possíveis utilizadores.
URI: http://hdl.handle.net/10884/953
Appears in Collections:CS/TF - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relatório de Investigação_Cátia Silva_Versão Final Corrigida.pdf738.88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.