Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/941
Title: Contributo da VNI durante a intervenção da Fisioterapia na tolerância ao esforço de utentes com ELA
Authors: Correia, Patrícia Raquel Mendes
Keywords: Esclerose lateral amiotrófica
Ventilação não invasiva
Fisioterapia
Exercício
Tolerância ao esforço
Issue Date: 17-Mar-2015
Abstract: Introdução: Realizou-se um estudo sobre uma intervenção nutricional em pacientes com doença mental e Síndrome Metabólico inseridas em programas de reabilitação na casa de Saúde da Idanha (CSI). Incluiu 4 residências pertencentes à CSI, onde habitavam as participantes do estudo. Estas pacientes estavam institucionalizadas, eram todas autónomas e estavam inseridas em emprego protegido. Objetivo: Intervenção nutricional, consciencialização e motivação para a mudança de hábitos alimentares e prática de exercício físico, para melhorar a saúde desta população com deficiência mental, contribuindo para mudanças nos parâmetros antropométricos, bioquímicos e clínicos das pacientes em estudo. Métodos: foi realizado um estudo de intervenção com uma amostra de 19 indivíduos do sexo feminino, com idade entre os 46 e 75 anos de idade, todas institucionalizadas na Casa de Saúde da Idanha, em Belas, concelho de Sintra. Estas participantes tinham a particularidade de sofrer de doença mental. Resultados: Antes da intervenção, a média do peso era de 84,8 kg, após a intervenção nutricional a média de peso foi de 82,8 kg, a diferença entre as médias foi significativa (p= 0,007). O perímetro abdominal antes da intervenção, tinha a média de 105,5 cm, depois da intervenção foi de 103,3 cm, a diferença entre as médias foi significativa (p=0,02). A glicemia antes da intervenção, tinha uma média de114mg/dL, depois da intervenção a média foi 101,7mg/dL, a diferença entre as médias não foi significativa (p=0,5). A hemoglobina glicosilada antes da intervenção, teve a média de 6,3mg/dL, depois da intervenção a média foi 5,8mg/dL, a diferença entre as médias não foi significativa p=0,3. O colesterol total, antes da intervenção tinha a média de 197,5mg/dL, depois da intervenção a média foi de 185,7mg/dL a diferença entre as médias não foi significativa (p=0,08). O colesterol HDL, antes da intervenção, tinha a média de 56,4mg/dL, depois da intervenção teve a média de 54,4mg/dL, a diferença entre as médias não foi significativa, (p=0,9). O colesterol LDL antes da intervenção, tinha a média de 116mg/dL, depois da intervenção teve a média de 103,8mg/dL, a diferença entre as médias foi significativa (p=0,04). Os triglicerídeos antes da intervenção, tinham a média de 134,2mg/dL, depois da intervenção tiveram a média de 145,7mg/dl, a diferença entre as médias não foi significativa (p=0,6). As proteínas totais antes da intervenção, tinham a média de 6,8mg/dL, depois da intervenção tiveram a média de7,0mg/dL, a diferença entre as médias não foi significativa (p=0,9). O IMC antes da intervenção, tinha a média de 33,8 kg/m2, depois da intervenção teve a média de 32,6 kg/m2 a diferença entre as médias foi significativa (p=0,01). Discussão: Nestes resultados, a mudança de hábitos alimentares e o exercício físico, diminuíram o peso o perímetro abdominal, o colesterol LDL e o IMC, resultando numa melhor qualidade de vida para as participantes neste estudo de intervenção. Desta forma, a intervenção nutricional mostrou-se eficaz.
URI: http://hdl.handle.net/10884/941
Appears in Collections:CS/FISIO - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relaatório final volume I.pdf523.32 kBAdobe PDFView/Open
Relatorio final volume II.pdf322.98 kBAdobe PDFView/Open
Contributo da VNI durante a intervenção da.pptx1.86 MBMicrosoft Powerpoint XMLView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.