Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/922
Title: Resolução de Problemas de Situações do Quotidiano – Relação entre a Cognição e a Comunicação nos Adultos sem patologia, com idades entre os 20 e os 35 anos
Authors: Costa, Marta Filipa
Keywords: Comunicação
Desempenho linguístico
Adultos
Resolução de problemas
Processo cognitivo
Raciocínio não-verbal
BNVR
Issue Date: 2014
Citation: Costa, Marta Filipa (2014). Resolução de Problemas de Situações do Quotidiano – Relação entre a Cognição e a Comunicação nos Adultos sem patologia, com idades entre os 20 e os 35 anos. Barcarena: Universidade Atlântica
Abstract: A comunicação requer uma complexa interação entre cognição, linguagem e fala e essa relação implica áreas como a atenção, memória, raciocínio, organização, planeamento e resolução de problemas. A intervenção direcionada à resolução de problemas tem o intuito de desenvolver estratégias compensatórias de memória, estratégias formais de resolução de problemas e a sua aplicação em atividades funcionais e melhorar a atenção a diferentes níveis. Objetivos: caraterizar o processamento cognitivo dos adultos com 20-35 anos; caraterizar o processo de nomeação dos adultos com 20-35 anos; caraterizar o desempenho comunicativo, verbal e não-verbal, na resolução de problemas do quotidiano. Método: O estudo é do tipo exploratório-descritivo transversal. Os dados foram recolhidos através da Ficha de Caraterização Sociodemográfica (Vital e Ramos, 2013), do Mini Mental State Examination (Folstein, Folstein e McHugh, 1975, traduzido por Guerreiro et al., 1994),do Teste de Nomeação Amstrong (Amstrong, 1996, traduzido e adaptado de Vital et al., 1997), do The Butt Non-Verbal Reasoning Test (BNVR) (Butt e Bucks, 2004, traduzido e adaptado para o Português Europeu por Vital e Ramos, 2013) e da Folha de Registo das Questões Orais do BNVR (Vital, 2014). Participaram no estudo 40 jovens adultos, entre os 20 e 35 anos (M=24,43; DP=4,04), 50% do género feminino e 50% do género masculino. Resultados: No MMSE, os 40 (100%) participantes apresentaram um score total de 27 ou mais, encontrando-se na situação de 7 ou mais anos de literacia. No TNA, na nomeação as respostas espontâneas corretas foram 1827 (98,7%) e os tipos de erros mais frequentes nas respostas espontâneas foram as autocorreções 21 (33,8%), parafasias semânticas 13 (20,9%), pausa anómica com resposta correta 5 (8,1%) e não responde 5 (81%). No BNVR, na tarefa de comunicação não-verbal, os participantes acertaram em todos os estímulos-alvo 11 (100%). Discussão/Conclusão: Verificou-se através deste estudo que a população de jovens adultos, atualmente, apresenta dificuldades na habilidade construtiva bidimensional e no processo de nomeação, por confrontação visual, o que não seria esperado tendo em conta a faixa etária e as habilitações literárias da amostra.
URI: http://hdl.handle.net/10884/922
Appears in Collections:CS/TF - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relatório de Investigação - Vesão Final Corrigida - Marta Costa, 201092235.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.