Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/897
Title: Avaliação dos conhecimentos e comportamentos nutricionais e alimentares e a imagem corporal de crianças em idade escolar no Concelho de Oeiras - Programa MUNSI
Authors: Parreira, Cláudia Alexandra Marques
Keywords: Educação alimentar
Conhecimentos nutricionais e alimentares
Obesidade
Nutrição
Comportamentos alimentares
Imagem corporal
MUNSI
Issue Date: 11-Jul-2014
Abstract: Introdução: O padrão de crescimento e estado nutricional são importantes indicadores de saúde e bem-estar, em crianças. De forma a promover hábitos alimentares mais saudáveis, e consequentemente, diminuir os níveis de obesidade, acredita-se que, seja importante as crianças tenham conhecimentos de alimentação e nutrição. A utilização da educação nutricional, como uma estratégia de intervenção, proporciona melhoras nos conhecimentos, nutricionais, atitudes e comportamentos alimentares nas crianças. Objectivo: Avaliar os conhecimentos e comportamentos nutricionais e alimentares e a percepção da imagem corporal de crianças do 1º ciclo inseridas no ensino básico do Concelho de Oeiras. Métodos: Este estudo é um estudo observacional descritivo, desenvolvido em 8 escolas do 1ºciclo do ensino básico do Concelho de Oeiras. A amostra foi de 291 crianças, com idades compreendidas entre os 7 e os 12 anos, de ambos os sexos. Foram recolhidos dados antropométricos, com o auxílio de um estadiómetro e uma balança, com estes dados foi analisado as classificações de estado nutricional através das curvas de percentis de índice de massa corporal. Foi aplicado um questionário dirigido às crianças de forma a avaliar os conhecimentos sobre alimentação e nutrição, a imagem corporal e as atitudes alimentares. A análise estatística foi efectuada com o programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 20.0 para Microsoft Windows, após a recolha de todos os dados. Resultados: Das 291 crianças que aceitaram participar no Programa MUN-SI, 152 (52,2%) eram do sexo feminino e 139 (47,8%) eram do sexo masculino. Verificou-se que 3,09% das crianças apresentavam baixo peso, 71,13% normoponderalidade, 9,28% Pré-obesidade e 16,49% obesidade. Em relação dos níveis de conhecimentos gerais sobre alimentação e nutrição das crianças, verificou-se que a maioria das crianças (72,5%) apresentava conhecimentos muito bons sobre alimentação e nutrição, 25,43% das crianças apresentava bons conhecimentos 6% das crianças apresentava v conhecimentos suficientes sobre alimentação e nutrição. As crianças com baixo peso apresentam uma média de conhecimentos gerais sobre alimentação e nutrição superiores (M=52,8) em comparação com às crianças com normoponderalidade (M=50,7), pré – obesidade (M=50,1) e obesidade (M=47,3). Relativamente às atitudes alimentares, verificou-se que a média do grau de contentamento das crianças em relação à sopa foi de 1,16, aos hortícolas foi de 2,70, à fruta foi de 0,95, ao leite foi de 0,88 e ao peixe foi de 0,66. Em relação à percepção da auto-imagem as raparigas obesas subestimaram mais o seu peso em comparação com os rapazes obesos (78,94% e 75,9% respectivamente). Os rapazes pré – obesos subestimaram mais o seu peso em comparação com as raparigas obesas (100% e 93,75% respectivamente). Conclusão: A avaliação das necessidades de implementação de programas de intervenção alimentar implica fazer uma avaliação prévia dos conhecimentos e comportamentos das crianças em idade escolar, de modo a saber os pontos em que os programas devem incidir mais. A população estudada apresenta uma taxa de 9,28% de pré-obesidade e 16,49% de obesidade. Estes dados indicam que há necessidade de intervir nestas crianças a fim de diminuir estes números e evitar as consequências associadas a esta patologia. Há a necessidade de intervir na comunidade escolar de forma a melhorar não apenas os conhecimentos mas também mudar os comportamentos menos acertados por parte das crianças.
URI: http://hdl.handle.net/10884/897
Appears in Collections:CS/CN - Trabalhos Finais de Licenciatura



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.