Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/845
Title: HPV – Caracterização, transmissão e prevenção em escolas do Concelho de Oeiras
Authors: Dias, Joana Isabel da Silva
Keywords: Vírus do papiloma humano
Cancro do cólo do útero
Vacinação
Jovens adolescentes
Concelho Oeiras
Issue Date: 2013
Citation: Dias, Joana Isabel da Silva (2013). HPV – Caracterização, transmissão e prevenção em escolas do Concelho de Oeiras. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: Objectivo: Informar, esclarecer e sensibilizar os jovens expondo a caracterização do vírus do papiloma humano, os comportamentos de risco associados à sua transmissão e à aplicação de medidas preventivas face ao desenvolvimento de doenças nomeadamente o cancro do colo do útero; conhecer ainda a população imunizada através da vacinação contra o HPV e compreender parcialmente qual/quais os motivos de caso a não-imunização se dê. Local: Escolas do Concelho de Oeiras - EB 2,3 Vieira da Silva do agrupamento de Carnaxide-Valejas e a Escola Secundária Luís de Fretias Branco do agrupamento de Paço de Arcos. Amostra: 215 adolescentes a frequentar o terceiro ciclo e o secundário, com uma variação de idades entre os 12 e os 21 anos. Métodos: O estudo decorreu através da aplicação nas escolas de sessões pedagógicas interactivas, recorrendo a um plano previamente elaborado contendo exposições informativas orais, uma exposição audio-visual, jogos didáticos e aplicação final de um breve questionário. Os dados recolhidos deste último fora tratados através de gráficos recorrendo ao Microsoft Excel 2010 ®. Resultados/Discussão: A maioria dos adolescentes 54% (n=116) foram raparigas e a minoria 46% (n=99) foram rapazes. Destes, quanto ao conhecimento acerca da temática do HPV a maioria da população, 97% respondeu que o cancro do colo do útero seria a doença mais associada ao HPV, factor este que permitiu observar superficialmente que os jovens não estavam familiarizados inicialmente, contudo na aplicação dos questionários indicaram-no correctamente; no âmbito da prevenção, cerca de 75% dos adolescentes indicou que a combinação da utilização da vacinação+preservativo seriam as melhores medidas de prevenção evitando a propagação do vírus, apesar de inicialmente referirem algumas opções incorrectas nomeadamente métodos anticoncepcionais. Quanto à transmissão do HPV 99% da amostra afirmou que este se dava pela via sexual, ainda assim aquando da abordagem inicial ouviram-se algumas respostas erradas como a transmissão sanguínea ou de contacto. Relativamente à imunização através da vacinação das 116 raparigas apenas 83 revelaram estar vacinadas, das restantes 28 que revelaram não ter tomado a vacina contra o HPV, 24 dessas após a sessão domonstraram vontade em proceder à imunização. Os conhecimentos demonstrados pelos adolescentes em relação ao vírus do papiloma humano e toda a sua temática desenvolvida no decorrer da sessão sofreram consolidação e melhorias após a intervenção pedagógica, factor esse comprovado indirectamente através dos resultados obtidos nos inquéritos distribuídos no final e também pelo ‘feedback’ devolvido pelos alunos durante o decorrer da sessão.
URI: http://hdl.handle.net/10884/845
Appears in Collections:CS/ACSP - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HPV_caracterização transmissão e prevenção em escolas no concelho de Oeiras_JOANADIAS.pdf708.14 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.