Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/810
Title: Vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano em Jovens do Concelho de Oeiras
Authors: Silva, Raquel Nunes
Keywords: Cancro do cólo do útero
Vírus do papiloma humano
Programa Nacional de Vacinação
Não imunização
Oeiras
Issue Date: 2012
Citation: Silva, Raquel Nunes da (2012). Vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano em Jovens do Concelho de Oeiras. Barcarena : Universidade Atlântica
Abstract: Objectivo: Avaliar o nível de conhecimento das jovens sobre o Vírus do Papiloma Humano; Determinar a taxa de cobertura vacinal e identificar as possíveis causas que justificam a não vacinação das jovens contra o Vírus do Papiloma Humano. Tipo de Estudo: Estudo Observacional, Descritivo e Transversal. Local: Agrupamentos de Escolas no concelho de Oeiras: Escola EB2,3 Vieira da Silva e Escola EBI de Miraflores, do Agrupamento Carnaxide-Valejas e Agrupamento Miraflores, respectivamente. População: Jovens nascidas entre o ano de 1995 e o ano de 1999, incluídas no Programa Nacional de Vacinação, a frequentar o 3º ciclo do ensino básico. Métodos: Os dados foram obtidos através de questionários anónimos durante os meses de Março a Maio de 2012. Os resultados foram tratados em base de dados informática recorrendo ao programa estatístico SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). Resultados: A população-alvo era constituída por 170 jovens das quais 104 responderam ao questionário. A maioria tinha idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos de idade (43%), sendo que 84.6% estavam inscritas num centro de saúde. A maior parte já tinha ouvido falar do Cancro do Colo do Útero (97%); 82% já tinha ouvido falar do Vírus do Papiloma Humano e 80.8% soube responder que a causa para o Cancro do Colo do Útero é o Vírus do Papiloma Humano. A vacinação foi considerada como o melhor meio de prevenção por 50 das jovens e a via sexual foi mencionado como a fonte de maior possibilidade de contágio (64%). A maioria estava vacinada contra o Vírus do Papiloma Humano (64%), tendo-se observado diversas justificações no caso das jovens não vacinadas. Conclusões: Pode-se concluir que a maioria das jovens, na faixa etária estudada, demonstra ter conhecimento sobre o Vírus do Papiloma Humano e sobre o Cancro do Colo do Útero. Existe ainda um grupo de jovens que não está a aderir à vacinação, pelo que é necessário uma melhor adequação de estratégias conducentes a uma maior abrangência/cobertura da vacinação.
URI: http://hdl.handle.net/10884/810
Appears in Collections:CS/ACSP - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Trabalho Final de Curso - Raquel Silva.pdf489.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.