Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/802
Title: Rotinas Familiares Privilegiadas na Comunicação de Crianças com Perturbação do Espectro do Autismo. Uma Perspectiva Parental
Authors: Simões, Mara Carina Bray
Keywords: Rotinas privilegiadas
Crianças em idade pré-escolar com PEA
Intenções comunicativas
Formas de comunicação
Parceiros comunicativos priveligiados
Issue Date: 2011
Citation: Simões, Mara Carina Bray (2011). Rotinas Familiares Privilegiadas na Comunicação de Crianças com Perturbação do Espectro do Autismo. Uma Perspectiva Parental. Barcarena : Universidade atlântica
Abstract: Objectivos: Identificar as rotinas privilegiadas na comunicação de crianças com PEA, de acordo com a perspectiva parental; descrever as rotinas privilegiadas na comunicação de crianças com PEA, de acordo com a perspectiva parental; identificar as formas de comunicação, que os pais utilizam na comunicação com os seus filhos, nas diferentes rotinas familiares, de acordo com a perspectiva parental; identificar quais os parceiros comunicativos privilegiados pela criança com PEA, nas diferentes rotinas, de acordo com a perspectiva parental; identificar quais são as formas de comunicação privilegiadas pelas crianças com PEA, nas diferentes rotinas, de acordo com a perspectiva parental; identificar quais são as intenções comunicativas privilegiadas pelas crianças com PEA, nas diferentes rotinas, de acordo com a perspectiva dos pais. Método: Trata-se de um estudo exploratório-descritivo e transversal por questionário. O estudo foi realizado junto de 30 pais pertencentes a duas associações de Lisboa. Resultados: A rotina considerada como muito privilegiada pela maioria dos pais é a rotina“acordar/levantar”. A forma comunicativa privilegiada pelos pais, quando comunicam com o seu filho é a fala. O parceiro comunicativo privilegiado nas rotinas familiares é a mãe. A forma de comunicação privilegiada pelos filhos, nas diferentes rotinas, é a emissão de sons. A intenção comunicativa privilegiada pelos filhos é “chamar a atenção para algum acontecimento ou pessoa”. Discussão/Conclusão: Os objectivos 3 e 4 vão ao encontro da revisão de literatura. Os objectivos 1, 2, 5 e 6 não vão ao encontro da revisão de literatura.
URI: http://hdl.handle.net/10884/802
Appears in Collections:CS/TF - Trabalhos Finais de Licenciatura

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia_Mara Simões n.º 200691131 FINALL.pdf634 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.