Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/573
Title: Efeitos da Prática do Pnf-Chi® na Flexibilidade e na Qualidade de vida na população adulta-estudo de caso
Authors: Silveira, Idalina
Brandão, Rita
Keywords: Pnf-Chi
Extensibilidade
Qualidade de vida
Isquio-tibiais
Posição de sentado
Issue Date: 3-Apr-2012
Abstract: Problema e Objectivos de estudo: A realização deste estudo deveu-se à carência de estudos que avaliem e comprovem os efeitos da prática do Pnf-Chi®. Assim, neste estudo, pretende-se averiguar se a prática de Pnf-Chi® tem influência na extensibilidade dos músculos isquiotibiais e na qualidade de vida em adultos entre os 30 e 50 anos que realizem as actividades laborais na posição de sentado. Metodologia: Neste estudo de caso múltiplo, com combinação das normas de um estudo quasi-experimental com uma abordagem qualitativa, três participantes profissionais da Universidade Atlântica realizaram 20 sessões práticas de Pnf-Chi®, duas vezes por semana com sessões de 45 minutos. Os participantes passaram por três momentos avaliativos: antes do início das sessões; após o término das mesmas; e quatro semanas depois de terminada a última sessão prática de Pnf-Chi®. Nestes momentos avaliou-se extensibilidade dos músculos isquiotibiais pelo teste Passive Knee Extension, onde se mediu por goniometria a amplitude de extensão passiva do joelho e, após esta, entregou-se o questionário SF-36v2 para medição da qualidade de vida do participante. Também se observou a prática de Pnf-Chi® ao longo da intervenção. Após terminadas as avaliações, os dados obtidos foram trabalhados, assim como comparados os resultados dos três momentos avaliativos. Resultados: Pode verificar-se a existência de uma boa adesão à prática de Pnf-Chi®. A nível da extensibilidade dos músculos isquiotibiais, todos os participantes apresentaram alterações contudo os valores não permitem verificar resultados positivos. Nas participantes A. e B. (do sexo feminino e sedentárias) possivelmente os resultados tiveram a influência do ciclo menstrual. O participante C. (sexo masculino e jogador de futebol) mostrou ganhos de extensibilidade dos músculos isquiotibiais na avaliação final, mas no follow-up voltou aos valores iniciais no membro inferior esquerdo, provavelmente por ser o membro de apoio no remate. Em todos os participantes os scores de qualidade de vida aumentaram após a prática e reduziram no follow-up, mas mantiveram-se superiores aos scores iniciais. Destes, verifica-se a existência de alteração acentuada dos scores para as dimensões da dor corporal, vitalidade, função social e saúde mental. Ainda, os valores apresentaram alterações acentuadas na componente de saúde mental na avaliação final. Conclusão: Os resultados deste estudo parecem sugerir que a prática de Pnf-Chi® não tem efeitos na extensibilidade dos músculos isquiotibiais, mas sugerem efeitos positivos na qualidade de vida. Verifica-se a necessidade da realização de estudos que avaliem estas variáveis em amostras de maiores dimensões de modo a se poder fazer uma generalização. Contudo, com este estudo espera-se o aumento do conhecimento dos fisioterapeutas sobre esta abordagem
URI: http://hdl.handle.net/10884/573
Appears in Collections:CS/FISIO - Trabalhos Finais de Licenciatura



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.