Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/424
Title: Grupos Sociais na Sociedade Rural Africana de Angola (Período Colonial – 1909/73)
Authors: Rocha, A.
Lourenço, Nelson
Guerra, A. M.
Keywords: Grupos sociais
sociedade rural africana
Angola
Issue Date: 1984
Citation: Rocha, A.; Lourenço, N.; Guerra, A. M. (1984). Grupos Sociais na Sociedade Rural Africana de Angola (Período Colonial – 1909/73). Ethnologia, II, 2, pp. 109-154
Abstract: As sociedades africanas reflectem hoje as distorções que a implantação do modelo colonial de exploração necessariamente acarretou. Na fase colonial a sociedade angolana apresentava um carácter complexo resultante da justaposição de dois sistemas de organização económica e social: o núcleo colonial, dominante e minoritário, a que correspondia o modo de produção capitalista, e, na sua periferia, o conjunto das sociedades rurais africanas, tributárias e minoritárias, que integravam vários modos de produção, indo da economia de subsistência a formas mais ou menos acentuadas de exploração capitalista. A dinâmica do modelo colonial implantado em Angola, visava arrastar as sociedades rurais periféricas para uma progressiva dependência do núcleo central capitalista, absorvendo-lhes por todos os meios possíveis, o excedente económico que sob a forma de mercadorias ou de trabalho, era por ela gerado. Este texto começa por uma caracterização sucinta da sociedade e da economia angolana nos últimos anos do período colonial e centra-se na análise das sociedades rurais africanas de Angola, debruçando-se sobre as forças produtivas, a questão das terras, os sistemas e formas de exploração da terra, o recurso à utilização da força de trabalho alheio, o excedente económico e a sua apropriação e as formas pelas quais se consuma. A análise das sociedades periféricas é elaborada na dupla perspectiva do estudo linguístico e da abordagem sócio-económica sendo seguida da identificação e ensaio de caracterização dos princípais grupos sociais. O presente trabalho pretende constituir uma primeira tentativa do estudo científico da problemática das classes sociais nas sociedades rurais angolanas, tal como se apresentavam nos últimos anos do período colonial.
URI: http://hdl.handle.net/10884/424
Appears in Collections:CTAD/GAT - Artigos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1984_Ethnologia.pdf6.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.