Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10884/383
Title: Excesso de peso e alguns comportamentos alimentares de crianças em idade escolar
Authors: Joaquim, Ana Sofia
Keywords: Obesidade infantil
Hábitos alimentares
Issue Date: 13-Feb-2012
Abstract: A obesidade está atingir dimensões epidémicas em todo o mundo, sendo já considerada pela OMS a epidemia do século XXI. Portugal segue as mesmas tendências com uma prevalência de obesidade de 32 % em crianças com idades entre os 7 e os 9 anos. Na base desta problemática estão os estilos de vida sedentários e os maus hábitos alimentares. O objectivo deste trabalho é relacionar a prevalência da obesidade infantil com os hábitos alimentares em crianças dos 6 aos 10 anos de idade, no âmbito do projecto COSI. Foi avaliado o estado nutricional em 3819 crianças, de acordo com os critérios do IOTF, CDC e WHO. Para a recolha de dados foram aplicados 3 questionários que incluíam a estatura, peso, idade, hábitos alimentares, prática de actividade física e actividades sedentárias das crianças, bem como o nível socioeconómico dos pais. Observou-se que, em média, as raparigas eram mais baixas (125,48 cm) e menos pesadas (27,3 kg) em comparação com os rapazes. A prevalência de excesso de peso, em ambos os sexos, foi de 32,1 % (de acordo com o CDC) sendo mais prevalente entre os rapazes. Os hábitos alimentares foram avaliados através do QFA. Observou-se que cerca de 84 % das crianças consome leite gordo todos os dias sendo o iogurte o lacticínio menos consumido (1,8 %). Poucas são as crianças (2,1%) que atingem as porções de fruta recomendadas. No que respeita aos hortícolas, cerca de 39,8 % não consome este tipo de alimento. Os Açores é a região com um consumo de peixe mais elevado, isto é, 4 a 6 vezes por semana (65,9 %). Os refrigerantes açucarados (33,5 %), os refrigerantes diet ou light (86,9 %), doces (15,6 %), sobremesas lácteas (29,8 %), fast-food (21,5 %) e snacks (33,5 %) são alimentos que estão presentes na dieta das crianças diariamente. Os resultados que foram encontrados neste estudo estão de acordo com a literatura. Salienta-se a importância de programas de saúde pública tanto para os pais como para as crianças na perspectiva da mudança dos hábitos alimentares e promoção da actividade física com o objectivo de combater as grandes prevalências de obesidade em todo o mundo.
URI: http://hdl.handle.net/10884/383
Appears in Collections:CS/CN - Trabalhos Finais de Licenciatura



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.